Home » » Left 4 Dead 2 | PC | RIP | Torrent

Left 4 Dead 2 | PC | RIP | Torrent

Escrito por: Administrador em 12 de dez de 2012 | 16:12




A história de Left 4 Dead 2 continua uma semana após os acontecimentos do primeiro game. Os sobreviventes da nova aventura são: Coach (um técnico de futebol americano), Nick (um apostador trambiqueiro), Ellis (um jovem mecânico), e Rochelle (uma repórter). São quatro personagens carismáticos e interessantes para a trama, cada um com sua personalidade e frases memoráveis.
Seguindo a fórmula, o modo de campanha se divide em cinco fases: Dead Center, Dark Carnival, Swamp Fever, Hard Rain, e The Parish. Cada uma contém quatro ou cinco capítulos, separadas pelas “safe houses”, os checkpoints do game. Estas novas fases oferecem cenários mais variados que o primeiro game, passando por locais como um cemitério, shopping center, suburbios, parque de diversão, pântanos, e por aí vai.
Entre os zumbis, agora há três novos tipos de infectados: Spitter, Charger e Jockey. Spitter é uma zumbi que cospe ácido corrosivo. Charger é praticamente um Tank mais fraco, que atropela e espanca quem estiver por perto. O Jockey monta em suas costas controlando sua direção, podendo levá-lo direto aos inimigos. Spitter e Jockey são mais estratégicos, enquanto o Charger é um zumbi de ataque direto.
A variedade entre os zumbis também aumentou, oferecendo mais realismo e evitando que o jogador veja zumbis repetidos no mesmo lugar. Zumbi policial com colete a prova de bala, zumbi palhaço, zumbi com roupa de proteção (imune a fogo), e zumbi coberto de lama são alguns exemplos desta variedade. E claro, os infectados do primeiro game continuam presentes, incluindo agora uma versão feminina do Boomer (aquele zumbi gordão que vomita).
As armas continuam as mesmas, incluindo algumas novas: uma espingarda automática (SPAS-12), uma metralhadora com silenciador (MAC-10), os rifles AK-47 e FN Scar, e um lança-granadas. A grande novidade fica por conta das munições incendiárias e as armas de corpo-a-corpo: taco de beisebol, guitarra, machado, frigideira, katana, e por aí vai. Elas funcionam como arma secundária, para substituir o revolver e acertar um número maior de zumbis com um único golpe. A melhor de todas? A moto-serra, sem dúvida. Pena que o uso dela é limitado à gasolina. De equipamentos, as únicas adições foram o desfibrilador, usado para ressuscitar um colega morto, e um frasco de bile do Boomer: ao atingir os zumbis, eles se viram uns contra os outros.
Visualmente, o jogo sofreu uma grande melhora. Os cenários estão mais caprichados, com efeitos de clima como neblina e chuva. Nos capítulos da fase Swamp Fever, estes efeitos dificultam a visibilidade a ponto dos zumbis te pegarem de surpresa o tempo todo, aumentando o desafio. Aliás, os zumbis ficaram mais orgânicos e reais. Principalmente porque agora é possível cortá-los em pedaços e ver suas tripas caindo pelo chão, com direito a litros de sangue.
Para aumentar a diversão no modo de campanha, a Valve incluiu alguns objetivos nas fases. Estes objetivos são conectados à história e devem ser completados para continuar a aventura. Ou seja, não basta matar todos os zumbis que vier pela frente e chegar vivo à próxima safe house. Mais divertido ainda são os objetivos secundários, criados apenas em função dos achievements. Um exemplo é o gnomo de jardim do parque de diversão, em Dark Carnival: você o ganha num jogo de tiro ao alvo e deve levá-lo até o final da fase.
No multiplayer, L4D2 ganhou dois novos modos: Realism Scavenge. Realism é um modo na dificuldade mais elevada e sem checkpoints, sendo essencial a estratégia em equipe. Scavenge é semelhante ao Versus, com quatro jogadores para cada time (sobreviventes vs zumbis), realizado em partidas com o objetivo de coletar galões de gasolina e levar até um gerador (ou carro) dentro de um limite de tempo. Estando no time dos zumbis, sua missão é impedi-los e matá-los o mais rápido possível.
É verdade que L4D2 foi lançado a curto prazo, mas a Valve sabe o que faz. O resultado é um jogo superior ao original em vários quesitos. Aqueles que jogaram o primeiro game e gostaram, vão adorar esta sequência. Os que nunca jogaram, podem conferir L4D2 sem se preocupar com a história, que continua em segundo plano. O importante aqui é a diversão e a jogatina entre amigos. E, neste quesito, Left 4 Dead 2 prova que é o melhor do gênero.


Requisitos Mínimos

Processador: Intel Pentium 4
Velocidade do processador: 3 GHz
Memória RAM: 1 GB
Memória de vídeo: 128 MB
Chipset de vídeo: NVIDIA 6600 / ATI X800
Direct3D: Sim
Versão do DirectX: 9.0c
Sistemas Operacionas: Windows XP, Windows Vista, Windows Vista 64-bit, Windows 7
Espaço: 7.5 GB livres em disco



0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2011 - 2013. Briza Games - All Rights Reserved